Qual, é afinal, o papel da Funai?


Posse do Conselho Fiscal da Funai, em 2010
Presidente Marcio Meira no primeiro plano
Foto: Blog da Funai (sim, tem blog também)

Telma Monteiro

Entre os objetivos da Fundação Nacional do Índio (Funai) está o de "monitorar as terras indígenas regularizadas e aquelas ocupadas por populações indígenas, incluindo as isoladas e de recente contato, coordenar e implementar as políticas de proteção aos grupos isolados e recém-contatados e implementar medidas de vigilância, fiscalização e de prevenção de conflitos em terras indígenas." Isso está escrito no site da Funai. 


O site mostra também a estrutura da Funai que impressiona pelo número de diretores e coordenações. Isso tudo serve exatamente para quê? Temos todos os episódios recentes como os eventos em MS, a localização dos isolados "descobertos" em RO, a morte da criança indígena no MA, que nos dão a impressão de que a Funai é um imenso vazio. Por onde anda toda essa gente que trabalha na Funai? 


As licitações e contratações, visíveis na página da Internet, estão em dia, basta visitá-la. Faça isso, visite o site do "órgão federal responsável pelo estabelecimento e execução da política indigenista brasileira em cumprimento ao que determina a Constituição Federal Brasileira de 1988." Conheça bem de perto de onde vem o descaso com a vida dos indígenas num órgão vinculado ao Ministério da Justiça que deveria primar pela justiça. Saiba os nomes do presidente, dos diretores, coordenadores, procuradora, Conselho Fiscal. Será que eles não têm vergonha?


A propósito, o Conselho Fiscal da Funai tem a seguinte composição:



Ministérios da Justiça
José Carlos Gomes (Presidente)
Iolanda Valéria Boff Medeiros (suplente)
Dercino José da Silva (Titular)
Quintino Rodigues de Lima (suplente)

Ministério da Fazenda
Márcio Alves Santiago (Titular)
José Eduardo Pimentel de Godoy Júnior (suplente)



Clique Funai 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

Um golpe chamado Belo Monte – Parte 2